7774
post-template-default,single,single-post,postid-7774,single-format-standard,elision-core-1.0.11,ajax_fade,page_not_loaded,qode-theme-ver-4.5,wpb-js-composer js-comp-ver-6.6.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-7819
Title Image

Blog

inversor de frequência

Como funciona um inversor de frequência?

  |   Business

A tecnologia, em especial no setor de eletrônica de potência, vem evoluindo e dando origem a equipamentos que conferem maior eficiência ao maquinário industrial. Dentro desse contexto, destaca-se um equipamento específico: o inversor de frequência. Saiba como ele funciona e suas principais aplicações na indústria nesse conteúdo da VDS.

 

 

Qual a função do inversor de frequência?

O inversor de frequência consiste em um dispositivo eletrônico que serve para controlar e variar a velocidade de um motor de indução. Isso significa que o motor para de girar a uma velocidade fixa de acordo com a frequência da rede e passa a ter uma velocidade controlada pelo inversor, girando mais rápido ou mais devagar conforme a necessidade. Ou seja, o inversor de frequência é essencial para projetos de automação industrial com foco na otimização da produção por meio da redução de gastos e evitando quebras no maquinário.

 

Falando de maneira mais detalhada, o inversor de frequência converte o sinal de corrente alternada (CA) da rede elétrica que entra no motor, em corrente contínua (CC) e, em seguida, em CA novamente. Em seguida, o sinal CA torna-se pulsado e com largura modulada. Assim, é permitido o ajuste de sua frequência e tensão e, consequentemente, o controle da velocidade e do torque do motor.

 

A estrutura de um inversor de frequência conta com um retificador (que possui uma ponte retificadora trifásica); filtro (tem um barramento CC que suaviza as ondulações geradas pelo circuito retificador); capacitores (também fazem parte do filtro e ajudam a corrigir as ondulações da tensão, enquanto indutores minimizam as ondulações da corrente); e inversores (composto por semicondutores que operam em corte e saturação de acordo com uma uma lógica previamente estabelecida).

 

Há diferentes tipos de inversores de frequência: o inversor de frequência escalar e o inversor de frequência vetorial. O primeiro é baseado em equações de regime permanente e é mais usado em máquinas simples. Já o segundo possui um controle mais complexo e apresenta um desempenho dinâmico maior. São muito aplicados em máquinas que demandam variação de velocidade, controle de torque, operações em baixas rotações e alta velocidade de resposta.

Aplicações do inversor de frequência na indústria 

 

O inversor de frequência está presente em equipamentos que geram demanda do controle de energia elétrica, seja em máquinas mais ou mais pesadas. Na indústria, esse tipo de equipamento eletrônico costuma ser usado em maquinários, como rotuladoras, tanques resfriadores de leite, esteiras transportadoras, bobinadeiras e ventiladores.

 

 

Vantagens proporcionadas pelo uso do inversor de frequência


A utilização do inversor de frequência em maquinários industriais garante uma série de benefícios para os negócios. Entre as principais estão: flexibilidade de velocidade, mais segurança e precisão, instalação simples, diminuição de choques mecânicos na partida do motor, automatização, substituição de variadores mecânicos e eletromagnéticos, economia de energia elétrica, ótimo regulador de pressão e vazão, comunicação avançada e aquisição de dados, identificação de falhas, menor frequência de manutenção, etc. A lista é grande!

Invista em um equipamento que vai assegurar uma maior eficiência do maquinário da indústria em que você atua! Entre em contato com a VDS! Com 30 anos de trajetória, a nossa empresa oferece um atendimento personalizado e possui um amplo estoque de equipamentos à pronta entrega.